Header Ads

[ Review ] Sword Legacy: Omen

Serre os dentes e aguente firme, porque hoje vamos a luta para encontrar a lendária Espada Excalibur em Sword Legacy Omen!



Sobre o Jogo

Desenvolvido pelas empresas Firecast Studio e Fableware Narrative Design, "Sword Legacy: Omen" é uma releitura brutal do Rei Arthur na pele de Uther, um vingativo cavaleiro auxiliado pelo feiticeiro ancião Merlin. Busque a lendária Excalibur e sobreviva a intensos combates por turnos neste RPG tático ambientado em Britânia, uma terra fragmentada por intriga e traição.




História

Antes da Era de Ouro de Arthur, nossa nação estava despedaçada, decadente, os reinos sofriam com as mazelas do egoísmo irrefreável. Éramos uma Britânia sem esperanças.

O lorde da Mércia foi assassinado, o amor da sua vida sequestrado e seu lar usurpado. Você é Uther, um Grão-cavaleiro desonrado que precisa liderar uma equipe inusitada em missões repletas de desafios. Imponha-se para formar alianças e obter a posse da lendária espada Excalibur, somente com a qual poderá enfrentar o sinsitro e ganancioso duque de Wessex.




Gameplay

Entre todos os jogos de turnos que já joguei, achei muito interessante a liberdade que "Sword Legacy" nos da para ficar perambulando pelo mapa. A movimentação se divide em duas situações: a primeira é quando você precisa interagir com objetivos e personagens e a segunda é quando você parte pra batalha.

As batalhas, assim como os clássicos jogos de turno precisam de estratégias, mas principalmente conhecer as habilidades de cada personagem. Então, antes de partir pra batalha, recomendo reservar o primeiro momento, quando você entra no jogo, para conhecer e saber o que cada personagem faz - não vai pensando que número faz diferença, pode ser 1 adversário, mas o IA do jogo não é besta, ele é bem complicado de se prever e vai fazer de tudo para ganhar.

Acho que o maior desafio do jogo é você formular uma estratégia de combate e equipamentos para superar o seu inimigo. A progressão dos personagens é um pouco lenta, então você vai precisar ter paciência no fortalecimento de cada personagem.

O mais interessante é que em sua progressão, cada personagem conquista habilidades únicas, mas cabe a você saber o lugar e momento certo para utiliza-las. Afinal, não podemos esquecer que é um jogo de estratégia e não de quem é o mais forte e o jogo te possibilita até fazer combos com as habilidades dos personagens.

Meu conselho, caso você não saiba o que fazer ou como se movimentar em batalha, é deixar o IA fazer os primeiros movimentos. Assim, você consegue saber qual é o foco dele e como reagir aos ataques. :)




Audiovisual

Agora falando um pouco do visual do jogo, como eles dão a liberdade de você explorar o ambiente, não poderiam simplesmente trabalhar com gráficos simples. Todos os cenários tem uma beleza única com um toque sombrio, porém bem desenhado e ao mesmo tempo com cores vivas.

As animações tanto de ataques corpo-a-corpo como também as maginas, foram bem animadas para dar um pouco mais de realidade com o estilo de arte dos personagens. Da pra perceber o trabalho que eles tiveram para deixar a arte dos personagens semelhante à de quadrinhos e ao mesmo tempo mesclar com cenários mais elaborados para dar essa sensação de realidade.

Com relação aos efeitos de som e músicas de fundo, me senti numa jornada heroica, apesar do protagonista aparentar ser um ogro em suas ações e atitudes com conta do seu ser vingativo. Mas, em questões sonoras, Sword Legacy não deixa a desejar.




Conclusão

No geral, Sword Legacy me impressionou muito com seu estilo de combate, a liberdade que o jogador tem de explorar os ambientes e principalmente pelo sistema de skills únicas para cada personagem.

É um ótimo jogo para quem gosta de formular suas estratégias com paciência e precisão, porque o andamento do jogo depende muito das suas escolhas e atitudes. Então, escolha com sabedoria que, no final, será bem recompensado.


Pontos Positivos

- Liberdade de Movimentação
- Cenários interativos
- Sistema de Skills Únicas
- Arte estilo retrô
- Ótima história


Pontos Negativos

- Tamanho da fonte muito pequena em diálogos e cutscenes
- Movimento da Câmera em combate não é muito fluida


NOTA FINAL 8.5 / 10


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.